• Marília Feix

Edgar | O Amor está Preso

Atualizado: 8 de Jul de 2020


Edgar discorre sobre sua infância, adolescência e vida adulta, com suas dificuldades e vitórias. Compositor de canções fortes e comunicativas, o rapper tem 4 discos lançados e atualmente divulga Ultrassom, produzido por Pupillo.

Foto: Divulgação / Frame do clipe de "No Brain, No Gain"


A entrevista aconteceu antes do show que ela fez em Porto Alegre, no Agulha, em fevereiro de 2020.


Leia abaixo a poesia que abre o podcast:


Quando o sol bate na janela

É preciso tirar as teias de aranha

De cima da sua felicidade

E mudar

Os móveis de lugar

E evitar certos hábitos

Pessoas e locais


Visitar as docas

Os portos e os cais

Presentear quem de você nem se lembra mais


Enquanto a minha casa coleciona rachaduras

Eu vou tentando permanecer rígido


Paro

E reparo

Em pessoas que vivem em cúpulas

E jogam suas culpas

Como suas bitucas de cigarro

Boiando entre o stress do tráfico

E o suor derramado sobre o chão


São Paulo, Rio de Janeiro,

Porto Alegre, Florianópolis

Qualquer cidade com uma propensão a uma metrópole

É um imenso cinzeiro

Flagelo do mundo

Fumante em dia de nevoeiro


Panfletos de políticos surrando as ruas

Tu verás em épocas de eleição

Aguardente vomitada pelos bueiros

Repente, pandeiro

Brasil brasileiro

A falsa valsa que dançamos há muitos anos

E a sua repetição


Nomes sujos lavando dinheiro

Rostos desconhecidos e apertos de mão


Pra nós

É época de cobrança

Dos policiais

Que confundiram a justiça com a vingança


Dos projetos que ainda estão parados no tempo

Vida salarial incorreta

Nada indiscreta

Pois o cidadão vive bitolado no dia 5

E no dia 20

No fim de semana

E no feriado seguinte


Então desliga a televisão

Eu já disse

Se não as nossas crianças nunca saberão

O que é ter lazer

Ou o que é ter o seu próprio palpite


Trilha Sonora:


Edgar - O Amor está preso

Edgar - Felizes eram os Golfinhos

Edgar, Céu - O dia É Meu

Edgar - Saúde Mecânica

Edgar - Adorno

Edgar - Antes que As Libélulas entrem em Extinção


Este programa foi publicado no dia 26 de fevereiro de 2020.